Empresas familiares bem-sucedidas: descubra aqui seus diferenciais!

Empresas familiares bem-sucedidas: descubra aqui seus diferenciais!

Podemos iniciar o texto, listando os inúmeros exemplos de empresas familiares bem-sucedidas que temos na atualidade, tanto no Brasil como no mundo.

Novartis, Walmart, Nike, Itaú Unibanco, TAM e Volkswagen são algumas das empresas que estão no grupo seleto de organizações que inspiram pais e filhos a atuarem em conjunto nos negócios. Assim, seguir os princípios modelados por essas instituições, pode ser fundamental para os empreendimentos que almejam construir um legado próspero e respeitado.

Contudo, sabemos que trabalhar com a gestão de empresas familiares é algo desafiador. Para conseguir o sucesso, é essencial profissionalizar os processos, organizar a sucessão e seguir bons exemplos. Pensando nisso, disponibilizaremos um conteúdo que auxiliará você no que precisa. Ficou interessado? Então, acompanhe!

Como uma empresa familiar pode atingir o sucesso?

A verdade é que o empreendimento familiar funciona como qualquer outro. A grande dificuldade é conduzir o negócio com profissionalismo. Para isso, pondere a capacidade técnica de cada pessoa, desconsiderando relações pessoais e emoções que podem prejudicar a tomada de decisão.

Para ser tornar uma das empresas familiares bem-sucedidas do Brasil, é preciso traçar um bom planejamento estratégico. O que queremos dizer, é que os principais gestores, aqueles que detêm a maior porcentagem do negócio, devem estabelecer, em conjunto, objetivos, regras, delimitar funções e exigir profissionalismo de todos, incluindo os familiares (sem exceções).

Outra questão, é identificar a capacidade de criar valor que a empresa tem. É natural que o administrador principal da empresa tenha interesse em repassar a sucessão para um filho(a), irmão(a) ou parente próximo, certo? Entretanto, para que isso aconteça, é preciso elaborar um planejamento e seguir alguns processos importantes. Veja!

Profissionalizar a empresa

Uma empresa familiar bem-sucedida precisa atrair novos clientes sempre, certo? Você, nesse momento, deve está se perguntando: como faço isso? Simples, deixe de lado o amadorismo e invista na profissionalização de toda a corporação, incluindo processos, regras, gestão, marketing e plataformas de inovação tecnológica, que colaboram para evolução e progresso do seu empreendimento.

Procure os artifícios que puder para empregar todos os mecanismos de gestão, mas não abra mão da identidade do negócio. Afinal de contas, é a personalidade que fará com que sua empresa seja reconhecida no mercado.

Fazer boas sucessões

A sucessão é sempre um processo conflitante nas empresas familiares bem-sucedidas, pois muitos manifestaram o interesse, em algum momento, de assumir as responsabilidades e tomar frente do negócio. Como a mudança de gestão é algo inevitável, é importante que a corporação compreenda a importância de estabelecer normas para linha de sucessão.

Para tal fim, é fundamental que o processo seja coordenado com ética e profissionalismo. Passar a direção da empresa para uma pessoa desqualificada e despreparada pode gerar resultados frustrantes e, em casos extremos, causar a falência. Ou seja, a sucessão é um assunto muito sério e que influencia diretamente no legado que a empresa construiu. Por isso, merece o máximo de atenção de todos os familiares.

O ideal é que se estabeleça uma linha de sucessão, sendo que o primeiro da lista comece a trabalhar perto do gestor master. O intuído dessa ação, é familiarizar o herdeiro com todas as funções, responsabilidades e obrigações que, o mesmo, terá ao assumir o ofício. Dessa maneira, no momento certo, ele estará preparado, consciente de seus compromissos perante o negócio.

Delimite funções

O ideal é que o gestor defina as atribuições de cada membro familiar que trabalha na empresa. Não permita que as atividades se cruzem, pois pode ocorrer inconvenientes empresariais. Além disso, é importante determinar quem será o sócio prevalecente, além de mapear os processos, para facilitar o trabalho do gestor encarregado das tomadas de decisão dentro da empresa.

Outro ponto interessante, é a forma de tratamento no ambiente de trabalho. Lembra de que falamos da importância do profissionalismo no primeiro tópico? Então, isso inclui chamar as pessoas pelo seu nome. Deixe o grau de parentesco (pai, mãe, filho etc.) para momentos informais.

Como seguir exemplo de empresas familiares bem-sucedidas?

Sabemos que chegar no mesmo patamar de algumas instituições não é tarefa fácil. Contudo, é preciso ter em mente que todas começaram do zero, ou seja, alcançar o sucesso é só uma questão de dedicação, conhecimento e planejamento, combinado com todas as dicas que passamos. Para inspirar você a buscar esse tão sonhado êxito nos negócios, vamos apresentar 2 bons exemplos de grandes empresas familiares bem-sucedidas. Vamos lá!

Walmart

241 bilhões de dólares, essa é a atual avaliação dessa multinacional. Walmart é uma rede de lojas de departamento, fundada nos Estados Unidos em 1962, por Sam Walton. Desde então, a família se dedicou e trabalhou muito para construção do expressivo número de 11.000 lojas, em 27 países diferentes. Por essa razão que, em 2010, a organização foi eleita a maior multinacional do mundo.

Atualmente, a bancada de diretores conta com 3 filhos de Walton e uma nora. Além disso, ainda tem um genro que atua como presidente. Mesmo depois de tanto tempo, a família ainda tem metade dos direitos da corporação.

Volkswagen

A alemã Volkswagen é outro exemplo de empresas familiares bem-sucedidas. Segunda maior fabricante de automóveis do mundo foi fundada em Wolfsburg e pertence à família Piech-Porsche, isso mesmo, estamos falando da mesma que é dona dos carros esportivos Porsche.

Hoje, a maior parte da empresa ainda é dos descendentes de Ferdinand Porsche. O controle da organização é todo feito por intermédio da Porsche Automobile Holding. Existem 5 membros da família que trabalham na gestão da corporação alemã que, inclusive, foi avaliada em 120 bilhões de dólares.

O que não faltam são bons exemplos para seguir. A família que objetiva o crescimento sustentável precisa ter valores sólidos, veia empreendedora, buscar conhecimento e se preocupar em educar financeiramente suas próximas gerações. É unificando todos os procedimentos que fará com que seu negócio alcance o resultado almejado. Desse modo, a lucratividade será consequência desses fatores.

Para tal fim, ressaltamos a importância de seguir os processos de forma organizada. Estruture, idealize e profissionalize todo o negócio.

Para que sua firma faça parte da lista das empresas familiares bem-sucedidas, indicamos que você empregue todas as dicas que passamos e conte-nos, nos comentários, quais foram os primeiros resultados obtidos!

Sobre o autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banner

Share This